quarta-feira, 18 de abril de 2018

A castidade masculina - a masturbação masculina - seu marido se masturba? O meu marido não se masturba - a fidelidade e a conexão que decorrem de um casamento onde o marido vive em castidade masculina

Oi meus leitores queridos e leitoras queridas, nós estamos sumidos né?

Eu sempre gosto de contar todas as nossas aventuras e o que eu tenho feito de bom, mas é que o Rob teve que ficar dois meses trabalhando na Cidade do México e a gente ficou morando esse tempo lá. Ele é alto executivo de uma multinacional e responsável pelas Américas então tivemos esse tempinho por lá e acabamos ficando meio ausentes.

Mas claro que mesmo nesse período eu aproveitei um pouco com uns mexicanos e também americanos (mas eles são muito mais caretas) e mantive o Rob bem preso no cinto de castidade, sem direito a orgasmos e nem nada.

Eu sempre insisto bastante que a castidade masculina controlada, com o uso de cinto de castidade 24 horas por dia, 7 dias por semana, por longos períodos, é a receita para um casamento perfeito, sem traições, sem desvios de energia e com o foco total na conexão amorosa. O homem, por natureza se masturba e/ou atrai. E a cada orgasmo ele perde a conexão com sua companheira e desperdiça energia. Com o homem vivendo em castidade e por longo tempo sem orgasmo nós o teremos sempre mais amoroso, dedicado, fiel e conectado a nós.

Eu, por exemplo, sou absolutamente contra a masturbação masculina.

Frequentemente eu recebo emails de mulheres dizendo: meu marido se masturba e perguntando se isso é normal ou se é ruim para o casamento. Outras nem são casadas ainda e dizem: meu namorado se masturba e já se perguntam se o namorado se masturbar é uma coisa normal ou se é ruim para o namoro.

Infelizmente a reposta é que, sim, é normal que os maridos ou namorados se masturbem escondidos de nós esposas. E a segunda reposta também é sim. Claro que a masturbação masculina é ruim para o casamento e para o namoro.

A masturbação tira do homem uma valiosa e importante carga de energia erótica, que ele deveria usar com as esposas e não desperdiçar sozinho. Essa energia erótica desperdiçada quando o marido se masturba devia ser canalizada para o casal e usada para o prazer da mulher e de ambos.

A verdade é que quando um homem goza se masturbando ele perde por algum tempo o desejo sexual e a gana por manter a chama do tesão do casal aceso. Ele perde a vontade de mimar, cortejar e conquistar sua esposa. Para que se dedicar à mulher, cuidando bem dela e mantendo o tesão aceso, se o marido pode obter a recompensa do prazer sem qualquer esforço, usando apenas sua imaginação e suas mãos em uma masturbaçao? Claro que é uma boa maneira do homem ter prazer, mas mais claro ainda que isso faz com que o marido deixe de lado a sua esposa, o prazer ela, o cuidado com ela.

É óbvio então que os maridos que não se masturbam são muito mais conectados e ligados a suas esposas. Cuidam melhor delas, mimam e mantém uma ligação muito mais forte.

E a unica forma para que nossos maridos não se masturbem é realmente a castidade masculina controlada. Converse seriamente com seu marido e mostre para ele os enormes benefícios da castidade masculina para o casamento. Eu e o Rob, por exemplo, temos um casamento perfeito, somos unidos e conectados e vivemos muito bem e felizes. O meu marido não se masturba. Mas e o seu marido, se masturba??!!

Acabe com isso de uma vez e tenha um casamento perfeito.

Eu posso afirmar que meu relacionamento é ideal e perfeito. Tenho todo o amor e cuidado do meu marido, que se dedica à relação, sem se perder em pensamentos libidinosos com outras mulheres, que terminariam ou em masturbação dele  ou em traição dele, duas coisas muito danosas para o casamento. A masturbação masculina no casamento faz com que o homem se desligue de sua esposa. Cada vez que ele goza se masturbando ele perde aquele vigor sexual e interesse por sua mulher. Acho que homens casados ou que tem namorada não devem se masturbar. Como eu já escrevi em outros posts aqui muitas mulheres me escrevem dizendo: descobri que meu marido se masturba ou descobri que meu namorado se masturba. E eu sempre digo que isso é prejudicial. Os homens casados ou que tem namoradas não devem se masturbar. O meu marido não se masturba porque tenho a chave do prazer dele. São inúmeros os beneficios da castidade masculina - meu marido não se masturba. Leia o post anterior chamado Meu marido se masturba e veja as consequências danosas da masturbaçao masculina no casamento, porque não é normal o marido se masturbar

Os primeiros dias em castidade são mais tranquilos. O homem apenas estranha o uso do cinto e precisa se habituar a isso. A forma como ele prende, as dolorosas ereções noturnas, o peso, o anel no saco, etc. O homem tem que se habituar a fazer xixi sentado e a ter a forma correta de higiene com o sinto. Mas tirando isso, psicologicamente é tranquilo e até algo excitante. Mas depois de alguns dias eles começam a ficar mais irritado, manhoso, meio marrento. Começam a ficar com vontade de gozar e ai cabe a você mulher dominadora que não é mais uma brincadeira para o tesão dele, mas sim uma forma definitiva de controle dele por você e algo bom para o casamento de vocês e para o seu tesão. A mulher sendo forte e dominadora, usando os joguinhos de marcar uma data para soltura, ele vai compreender sua castidade e ai tudo ficará perfeito. Tenho posts lá atras no começo deste blog, onde conto como coloquei meu marido em castidade masculina controlada e vale a pena a leitura.

Mas os beneficios da castidade masculina no casamento são enormes. Você notará rapidamente uma mudança de atitude no homem casto. Ele será mais atento e não irá resmungar em ajudá-la com tarefas domésticas. Claramente ele se dedicará mais à esposa e ao casamento. Ele irá tratá-la como um princesa, uma rainha e estará atento a você, a seus sentimentos e suas necessidades.

Logo que você esposa perceber essas mudanças não se esqueça de ajustar seu comportamento nessa direção, assumindo atitudes de dominio e de poder sobre ele. Seja uma mulher dominadora e aproveite seu homem submisso. Tenha uma atitude firme e diretiva focada em seu bem-estar e sua realização sexual. Depois que você assumir o controle de sua sexualidade e do seu marido, a principal preocupação dele será estar ao seu serviço e interessado no amor e nos cuidados conjugais. Seja dominadora e mandona. Não o deixe na poltrona em frente à televisão. Dê-lhe as diretrizes, as ordens, como a limpeza da cozinha, a preparação de um banho para você, esperando por você na cama para lhe dar uma massagem ou simplesmente para aquecer sua cama (muito prático no inverno!). Não tenha receio em dar ordens e lembrá-lo de que, se você não estiver satisfeita, deixará o cinto de castidade por mais tempo. Isso é muito simples de implementar e muito eficaz.

Com o homem preso no cinto de castidade ele para de desperdiçar tempo, energia sexual e tesão se masturbando, pensando em outras ou até mesmo ficando com outras. Ele dedica toda sua energia, sexual ou não, à sua esposa. A vida sexual muda, mas melhora muito, até porque ele terá que agradar a esposa, para conseguir, as vezes, momentos de liberdade. E você esposa, terá muito mais orgasmos, com são oral ou sendo tocada por ele ou, no caso dele aceitar e ser corno manso cuckold (99% são), com relações sexuais suas com outros homens ou mulheres. Há cornos mansos que gostam de ver e outros que deixam a mulher ficar com outros sem eles verem. Há os que tem tendências bissexuais e não sabem, hás que claramente manifesto essa tendência e há também alguns que não a tem.

Você terá seu marido sempre disposto a te chupar (ensine ele a te chupar direito, pensando só no seu prazer e não pensando em logo enfiar o pinto em você, porque provavelmente ele não irá enfiar, quando você atingir um bom nível de controle). Se você quiser ser penetrada você tem duas alternativas, dependendo do perfil do seu casamento. Você poderá ter amantes ou namorados comedores, ou comedores variados e esporádicos e, nessa situação, você poderá transar com quem quiser e sempre que quiser. Ou se você não quiser ter outros, existem penis realísticos perfeitos que você pode prender em cintos para ele te penetrar sem usar o pau dele. Há também algumas mascaras com penis que voce este no rosto dele e senta na cara dele, se penetrando. Ele ve de pertinho mas não pode fazer nada.

Com a castidade masculina controlada, seu marido não irá se masturbar e você não terá qualquer preocupação também sobre ele te trair. A maioria dos homens, mesmo amando a esposa, não perde a oportunidade de outra mulher quando ela aparece. Com o uso do cinto de castidade seu risco de ser traída é zero.

Em geral a relação ficará mais sólida, aberta e sincera. Os vínculos entre o casal serão mais fortes e plenos e, certamente, você terá um marido mais apaixonado. Ele será mais carinhoso, mais romântico, mais atento e ligado. Será mais apaixonado e muito mais ligado às necessidades da esposa e do casal. Além disso, se voc6e souber conduzir bem eu marido ele estará muito mais disposto a fazer as tarefas de casa, como lavar louças, arrumar a cama, limpar a casa e o banheiro.

Meu casamento é perfeito. Eu adoto longos períodos de castidade, com quase nenhum orgasmo para meu marido. Para nós funciona e ele aguenta muito bem e fica ótimo. De vez em quando eu faço uma ordenha da próstata dele (já ensinei aqui como fazer), que é muito importante. As vezes dou um orgasmo arruinado, um orgasmo negado, para ele. E o mantenho sempre sexualmente ligado e atento, provocando ele muito, transando com outros na frente dele , praticando bastante tease and denial, provocar e negar, e por ai afora, como vocês acompanham aqui no blog.

A castidade masculina - a masturbação masculina - seu marido se masturba? O meu marido não se masturba - a fidelidade e a conexão que decorrem de um casamento onde o marido vive em castidade masculina

Se você leitora mulher tiver duvidas sobre o tema, pode me escrever que conversaremos melhor: paulasicam@gmail.com

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Dicas de como fazer o melhor sexo oral. Manual de como chupar um pau. Como fazer inversão de papéis, homem passivo e mulher ativa. Dedadas, fio terra e tudo mais.

No post anterior eu ensinei como fazer sexo anal. Várias leitoras me escrevem sempre pedindo dicas de como fazer sexo anal sem dor e com prazer, então ensinei tudo para que dar a bunda seja uma delicia.

Mas muitas leitoras também me perguntam como fazer o melhor sexo oral da vida de um cara. Muitas pedem dicas de como chupar um pau, como dar muito prazer com a boca para um homem. Então hoje vou dar todas as melhores dicas sobre sexo oral, sobre como fazer um boquete delicioso.

Mas vou fazer mais ainda: vou ensinar também como fazer fio terra, como dedar um homem. Muitas leitoras querem ser ativas, com homens passivos. Então vou ensinar como fazer inversão de papéis, como ser ativa, como comer o cu de um homem, seja com o dedo, dedando gostoso, seja com penas realísticos, sendo mesmo uma mulher ativa.

Nós mulheres temos que saber chupar um homem bem gostoso. E isso envolve não apenas chupar o pau, mas também a virilha, o saco, o cu.

Eu sempre gosto de começar com lambidas leves na virilha, perto do saco. Depois subo respirando bem perto do pau e dou lambidas bem de leve na parte de baixo da cabeça do pau, quase sem tocar. Essa é a parte mais sensível do pênis, então comece deixando ele louco com pequenas lambidas. Ao mesmo tempo eu acaricio o saco com os dedos e as unhas, bem de leve também. Ai eu paro, desço pelo pau com a língua e vou lamber o saco, desço um pouco pela virilha. Nessa hora já estou segurando o pau com a mão, batendo uma punheta bem de leve. Subo, dou uma lambida na cabeça e ai engulo. Homens gostam de ver a gente engolindo o pau deles, então nessa hora olhem para eles com cara de safadas. Alterne movimentos mais rápidos e mais lentos. Use a boca, a língua, as mãos. Enquanto chupa acaricie as bolas dele e aperte o períneo (aquela parte entre o saco e o cu).

Quando ele está louco de tesão, dê um tempo para o pau. Desça com a boca para o saco, para o períneo. Lamba e acariciei o perneio, enquanto punheta ele de leve.

E agora está chegando a hora de vc descer para o cu. Trabalhando com a lingua e as mãos sem parar, desça sua boca pelo períneo ate chegar ao cu dele. Se ele for um gato safado e gostoso, já vai deixar vc lamber gostoso. Mas se for um novinho ou preconceituoso, talvez ele possa se incomodar ou mandar vc sair. Mas ai cabe a você ir falando de um jeito bem safada que é gostoso para ele e que te deixa louco de tesão. E vá acariciando, lambendo e insistindo em chegar no cu dele. Se ele se fechar, volte para o pau e refaça de novo o caminho, deixando ele cada vez mais louco. Se ele se abrir, lamba bem gostoso o cu dele. Passe a língua bem mole e olhada por tudo, depois endureça a lingua e force bem no cuzinho dele. Nessa hora você já ganhou o cu do gato. Lubrifique bem e comece a acariciar ele com um dedo, sem enfiar. Fique um tempão ai na portinha, acariciando. Volte com a boca para o saco e para a cabeça do pau. Fique o tempo todo alternando mãos e boca entre o pau, o saco e o cu.  E chegou a hora de dedar ele, de fazer um fio terra delicioso. Enquanto você chupa, aquele dedo que estava na porta do cu vai entrar nele. Enfie de leve e devagar, se ele for inexperiente.  Quando o dedo estiver bem lá dentro em vez de você começar a fazer movimentos de entra e sai apenas, o importante é você achar a próstata dele. Dobre seus dedo para cima, no sentido da barriga dele e vá por ali sentindo, fazendo movimentos como se quisesse chamar alguém com os dedos. E não pare de brincar com o pau dele. A esta altura ele já deve estar louco de tesão, então você pode enfiar mais um ou dois dedos. E ai divirta-se. O cu dele é seu, faça o que quiser, porque ele estará aberto e excitado.

Tem mulheres que alem de dedar um cara querem fazer inversão de papéis, comendo o homem com penis realísticos artificiais. Depois que você chupou e dedou o gato, você pode pegar um penis realístico, um pau de borracha, para comer ele. Para a primeira vez eu recomendo que você use o pau na mão mesmo, sentindo melhor ele entrar e a força que usa. Enfie a cabecinha do pau de borracha no cu do gato e vá sentindo, enfiando de leve, masturbando ele, deixando ele louco. Depois comece a foder ele mesmo, enfiando e tirando o pau do cu dele. Quando vocês já estiverem craques, você mulher ativa, sabendo comer direitinho o cu de um homem e ele, homem passivo, já acostumado a levar um pau no rabo, é hora de você colocar o pau em uma calcinha cinto e ai comer ele, como se você fosse o homem e ele a mulher, em uma verdadeira inversão de papéis, com o homem sendo bem passivo e a mulher bem ativa. Dicas de como fazer o melhor sexo oral. Manual de como chupar um pau. Como fazer inversão de papéis, homem passivo e mulher ativa. Dedadas, fio terra e tudo mais

Atenção: este manual é para quando você quiser dar muito prazer para o homem fazendo inversão de papéis e comendo ele enquanto faz o melhor sexo oral do mundo. Se você quiser apenas aliviar a próstata de um homem que vive em castidade controlada você deve fazer diferente, apenas ordenhando a próstata dele, sem dar prazer a ele. A ordenha prostática é o que eu faço as vezes com meu marido, quando ele está em longos períodos de castidade. Já ensinei como fazer a ordenha prostática em outro post: http://submissocornoecontrolado.blogspot.com.br/2017/05/ordenha-prostatica.html

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Manual de sexo anal. Como fazer sexo anal sem dor e com prazer. Como dar a bunda, gostar e gozar. Dicas práticas para fazer sexo anal

Muitas leitoras me escrevem pedindo dicas sobre sexo anal. Várias querem dar o cu para os namorados e maridos mas tem medo da dor e de não conseguir. Outras querem comer o cu dos namorados ou maridos, mas não sabem como fazer. Neste post vou ensinar vocês mulheres que querem fazer sexo anal. Aqui vou dar todas as dicas para fazer sexo anal sem dor e com prazer. É um verdadeiro manual de sexo anal, para você poder fazer e gostar. No próximo post vou ensinar a mulher a fazer um bom boquete, em meu manual de sexo oral, e depois a ser ativa, praticando inversão de papéis e comendo o homem.

Como vocês sabem eu sou uma mulher ativa e passiva. Por essência sou dominadora e as vezes um pouco sádica. Meu marido vive em castidade masculina, usando cinto de castidade e tem direito a pouquíssimos orgasmos. De vez em quando eu pratico inversão de papéis com ele, ou seja, meu marido fica um homem passivo e eu uma mulher ativa. Eu como, ele dá. Outras vezes faço apenas uma ordenha da próstata, sem efetivamente dar prazer a ele. As vezes dou a ele um orgasmo frustrado, um orgasmo arruinado, masturbando ele até quase gozar e parando na hora da ejaculação. Outras vezes faço diferente e brinco com ele de provocar e negar, tease and denial. Deixo ele duro, masturbo, chupo e excito, mas não deixo ele gozar.  E eu tenho sempre alguns namoradinhos e amigos que me comem, que me fazem gozar muito gostoso e a quem eu adoro dar prazer também. Para eles eu sou uma mulher completa. Faço sexo oral, vaginal e anal. E muitas outras coisas gostosas e especiais também. Quem quiser ler, tenho vários textos aqui mais antigos sobre vários temas, mas hoje vamos falar de sexo anal. Dicas para fazer sexo anal passivo e no próximo post vou falar de sexo anal ativo.

Eu gosto muito de dar o cu. Sinto prazer e sensações boas. Faço com vontade e faço porque quero e gosto. Sexo anal quando feito corretamente é muito bom. E aqui posso dar boas dicas para fazer sexo anal com prazer e com tesão.

E ai vem a minha primeira dica: nunca façam sexo anal para agradar seus parceiros apenas. Façam quando tiverem realmente vontade, por vocês mesmas. Aliás vou mais longe: nunca transem com qualquer homem apenas para agrada-los, não importa se é seu marido, namorado ou um cara qualquer. Na verdade, nunca façam nada apenas para agradar um homem. Pensem sempre antes em vocês mesmas, no seu prazer, na sua essência, no seu real querer.

A segunda dica para fazer um bom sexo anal é estar muito excitada. Façam com calma, com tesão. Façam num dia com um clima gostoso. É essencial muito beijo, muito toque, muito sexo oral. Ele tem que te chupar muito, a buceta e o cu também. Te lamber, te excitar. Abre seu cu na lingua do gato. Pede pra ele lamber bastante, enfiar a lingua. Sente a lingua dele no seu ânus, vá se excitando, se abrindo, se soltando.

É legal vc estar mais soltinha. Tome alguma coisa antes das primeiras vezes. Mas pouco. É importante vc estar alegre, solta, gostosa, mas muito consciente. Nunca dê o cu caindo de bêbada. Para um bom sexo anal, além de estar muito excitada é importante que você esteja bem consciente.

Terceira dica para um bom sexo anal é usar bastante lubrificante. Se lambuze. Depois dele te chupar muito a buceta e o cu, peça que ele te lambuze com lubrificante, deixe que ele enfie um dedo no seu cu. Relaxe. Sinta o dedo entrando. O lubrificante pode ser KY ou qualquer um similar ou alguns que vendem em sex shop, que podem aumentar sensações e tem alguns até com um pouco de analgésico. Mas nunca use xylocaina ou algum anestésico forte. É muito importante que você sinta o pau entrando, mesmo que doa um pouco no começo. Se você usar lubrificante anestésico você poderá ser machucada e não sentir nada. E além de tudo, não terá prazer. E saiba que a dor inicial faz parte do prazer e logo passa. Dar o cu não é só para dar prazer para o homem. Nós mulheres temos que ter prazer com o sexo anal também e, por isso, que não recomendo pomadas anestésicas.

Quarta dica. Não comece dando de quatro. Toda vez que pensamos em sexo anal pensamos logo na posição de quatro, mas ela não é a melhor para começar. Eu indico para começar a fazer sexo anal sem muita dor que você se deite de bruços com um travesseiro embaixo da sua barriga ou então que vc fique de ladinho com ele por trás, tipo "de conchinha". Controle a penetração, comece com calma.

Quinta dica. Vá devagar. Ele deve enfiar a cabecinha e deixar você se acostumar. Você deve relaxar sentindo o pau. Uma forma que eu sempre digo e é bem simples de entender. Abra seu cu, gostoso. Faça como se você estivesse fazendo cocô "ao contrário". Os primeiros movimentos devem ser carinhosos e lentos.

A sexta dica é: aproveite! Curta. Sinta o prazer de ter um pau dentro de vc de uma forma diferente. E vc pode e deve se masturbar enquanto o gato te come por trás. Se toque, se masturbe mesmo. Se vc gostar, use brinquedinhos. Vibradores, masturbadores, ou mesmo paus realísticos, se vc quiser começar a ter as sensações de uma dupla penetração. Eu adoro DP, amo dois paus dentro de mim ao mesmo tempo. Mas não é fácil, tem que encaixar bem e ser experiente e alem de tudo os gatos tem que ser liberais, porque os paus acabam se tocando e tal. Então, para iniciantes pode ser legal um pau falso e um verdadeiro ao mesmo tempo.

Seguindo essas dicas e vc estando realmente com vontade, tenho certeza que você fará um delicioso sexo anal.

E uma coisa importante, para ser feita antes de começar. Faça uma lavagem no seu reto. Compre uma bombinha em farmácia e se limpe direitinho. É a famosa "chuca", como os gays falam. Tem outras alternativas de enemas e laxantes de uso anal, mas uma chuca com bombinha de farmácia está perfeita já.

Este é meu Manual de sexo anal. Como fazer sexo anal sem dor e com prazer. Como dar a bunda, gostar e gozar. Dicas práticas para fazer sexo anal.

Agora que já ensinei você mulher a fazer sexo anal passivo com prazer, no próximo post vou te ensinar também a ser ativa com seus parceiros. Acho uma delicia dar o cu, mas também adoro comer um cu. Eu amo ser uma mulher passiva, com meus namorados gostosos, mas também adoro ser uma mulher ativa, praticando inversão de papéis e comendo eles.

Quem quiser falar mais comigo ou aprender mais a como fazer sexo anal pode me escrever: paulasicam@gmail.com

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

A esposa dominadora pune o marido submisso que vive em castidade masculina porque ele queria gozar

No dia seguinte que transei com meus dois namorados, meu marido acordou meio agitado, angustiado, revoltado. Ele vive em castidade controlada faz anos, mas como deixei ele um período sem usar o cinto e ainda permiti que ele me comesse e até gozasse, ele acabou de desacostumando e achando que pode ter orgasmos quando quiser. E não é assim que funciona.

É nessa hora que a dominação psicológica tem que prevalecer. Logo que acordamos já fui colocando ele no lugar, mostrando quem manda em casa e lembrando ele que ele é, por natureza, corno e perfeito para viver em castidade masculina. Lembrei a ele de todo o amor que temos e de como nosso casamento é perfeito.

No meio da tarde, fiz dois nudes e mandei para meu marido pelo WhatsApp, dizendo para ele nunca esquecer de quanto eu sou bonita e gostosa e logo mandei várias mensagens quentes e provocativas.

Quando ele chegou em casa eu o recebi só com uma mini calcinha preta, fio dental e transparente, e uma sandália de salto bem alto. Eu tinha planos para essa noite. Claro que a dominação psicológica é importante. Mas, de vez em quando, é essencial um castigo bem dado, para o marido voltar à linha. Os homens precisam ser castigados, às vezes. E era exatamente isso que eu ia fazer nesta noite: "castigar meu marido". Eu ia punir meu marido por ele querer gozar. A esposa dominadora pune o marido submisso que vive em castidade masculina porque ele queria gozar.

Mandei ele tomar banho  quando ele saiu eu algemei ele com as mãos para trás e comecei a provocar ele, dizendo: "você quer que eu te solte do cinto de castidade, é? Ta dizendo que o cinto está te incomodando e você está desacostumado, é".  E ele disse que sim.  Fiquei provocando ele, até que soltei o pau dele do cinto. Logo ele ameaçou ficar duro, mas eu peguei gelo enrolado em uma camiseta e disse que era melhor ele ficar mole. E ai eu disse: "amor, vou te colocar o cinto de castidade de metal, com a sonda uretral e os espinhos, para você lembrar o que é incomodo e doloroso de verdade. Você está muito fraquinho com o Holytrainer, que sempre foi seu cinto de uso diário, então vai aprender na marra o que é incomodo mesmo".  Ele reclamou e eu disse: "para de reclamar. Eu vou colocar o cinto e ponto final. Se você reclamar te dou um viagra em seguida. E você lembra como é tomar viagra com o cinto de metal e espinhos."

Instalei o cinto de metal nele. Sei que a sonda é bem incomoda e os espinhos machucam bem. Arranquei minha calcinha, enfiei na boca dele e me deitei nua. Tirei a calcinha da boca dele e disse: "sentiu o gosto e o cheiro da buceta da sua esposa né? Agora vem me chupar bem gostoso. Vem me fazer gozar na sua boca. E quando estiver lambendo lembra que ontem a noite eu dei para dois homens, sem camisinha".  E ele caiu de boca.

Ele em chupou e ficou maluco de tesão. Ai perguntei para ele: "você está querendo gozar?". E ele respondeu: "estou louco de vontade de gozar!". Ai eu olhei bem séria nos olhos dele e disse: "resposta errada amor! Você sabe que só goza quando eu quiser e se eu quiser. Vamos lembrar você da resposta certa. Ajoelha na beira da cama e empina a bunda". Ele se ajoelhou e eu peguei um dos meus chicotes. De couro, que machuca e marca muito. E disse para ele: "amor, conta 20 chibatadas comigo". E comecei a bater firme e forte nele. A cada chibatada eu perguntava para ele: " quem manda nos seus orgasmos?'. Ele respondia que era eu.

Quando terminei as chibatadas eu olhei bem nos olhos dele e disse: "então agora chega de ficar de mi mi mi. Você sabe que nossa vida não envolve eu transar com você e nem você ter orgasmos. Agradeça por você ter o prazer e a honra de ser casado comigo e comporte-se. Hoje voce foi punido por querer gozar fora de hora."

Para falar comigo: paulasicam@gmail.com


segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

a esposa transa com os dois namorados na frente do marido, que chupa ela depois deles gozarem dentro

Chegamos de volta ao Brasil e de volta a nossa vida normal, ou seja, de meu marido preso no cinto de castidade masculino, vivendo em regime de castidade controlada e eu tendo meus outros homens e mulheres, porque além de casto ele é corno manso, cuckold, e adora me ver tendo prazer e dando prazer para outros e outras. Nossa vida normal envolve o meu marido quase não gozar, não ter orgasmos por longos períodos, intercalados por alguns orgasmos frustrados, negados, e por algumas ordenhas da próstata, para ejaculações sem prazer.

Logo no segundo dia eu disse para meu marido: "amor, foi uma delicia nossas férias, adorei trepar com os argentinos, com o super dotado e até você consegui uma casquinha da sua esposa. Mas você sabe que o cara preferido em toda minha vida é o Rafa. Você sabe que ele é o cara que eu mais amo trepar e por quem eu tenho o maior tesão. Estou louquinha de vontade de dar para ele hoje a noite. Mas quero mais que só ele, então vou chamar o Luca também e vou trepar bem gostoso com os dois na sua frente".

O Rafa e o Luca são dois dos meus namorados comedores. Eu adoro trepar com eles, juntos ou separados, com meu marido assistindo ou não. Cada um tem um estilo, um jeito. Cada um trepa diferente, tem um pau diferente, mas os dois são deliciosas.  E o melhor: eu transo com os dois sempre sem camisinha. Eu adoro transar no pelo, sem camisinha, sem nada. Adoro que meus namorados gozem dentro de mim, para meu marido me chupar toda esporrada por outro depois, deixando com a língua bem limpinha minha buceta depois de outro gozar dentro dela.

Marcamos as 21 em casa. Eu estava super bronzeada do período em Punta, com minhas mini marquinhas. Coloquei uma calcinha pink da Victoria Secrets que era só um fiozinho mesmo atrás, menor ainda que meu biquini. E joguei por cima uma regatinha super cavada na lateral e bem fininha, que marcava meus bicos e a qualquer movimento deixava meus seios para fora.

Os meninos chegaram, eu recebi os dois na porta, ao lado do meu marido. E eles sem nenhuma cerimonia já foram me agarrando, me beijando na boca, passando a mão em mim. Depois de muita pegarão na porta mesmo eles cumprimentaram meu marido. Eu já estava ensopada e pronta para dar e tinha certeza que os dois já estavam duros e cheios de tesão e vontade. Mas eu queria tomar uma champagne antes e provocar um pouco os dois e meu marido também, claro. Mandei meu marido trazer a garrafa e nos servir e ficamos os três ali no sofá. Eu revezava beijos nos 3, provocava e acariciava e as mãos deles todos passeavam pelo meu corpo. Depois de um tempo, tirei minha micro calcinha, de um jeito super provocante e me sentei no sofá, de pernas arreganhadas, bem abertas mesmo, mostrando minha xoxota ensopada e depiladissima para aqueles 3 homens loucos de tesão por mim e mandei meu marido se ajoelhar e me chupar, dizendo: "vem amor, vem lamber e chupar a minha buceta gostosa. Vem me deixar pronta para trepar, mas você sabe que não é para transar com você. Você vai me deixar bem gostosa e prontinha para eles dois me poderem muito. Chupa sua esposa para outros dois paus entrarem nela". E meu marido caiu de boca na minha xoxota, fazendo im delicioso sexo oral. Enquanto isso o Rafa e o Luca já tiraram as roupas deles, exibindo os dois paus deliciosos e ja super duro.Vieram os dois na minha boca e eu fiquei chupando eles dois enquanto meu marido me chupava. Depois fomos para a cama os 3 e logo o Rafa veio para cima de mim, metendo aquele pau delicioso na minha buceta. Eu transo com o Rafa desde antes de meu casamento e o sexo entre nós é perfeito e cheio de sintonia. E começamos a variar posições, de tudo que é jeito. A gente se pegava, se beijava, se esfregava. E eu sentia aquele pau delicioso me comendo exatamente do jeito que eu gosto. Claro que gozei muito forte. E depois foi a vez dele. Me encheu de porra. Gozou dentro de mim, como sempre fez. Me lambuzou inteirinha de porra, que escorria de dentro da minha buceta. Olhei para meu marido e disse só: "vem, amor. Vem me chupar. Vem chupar a buceta da sua esposa toda gozada por outro. Vem sentir o gosto da porra do Rafa que você conhece tão bem". E meu marido veio e me chupou. Eu adoro ele chupando minha buceta recém fodida por outro e, melhor ainda, cheia de porra de outro.

Meu tesão continuava nas alturas e quase gozei na boca do meu marido, mas me segurei, porque o Luca já estava ali a postos, com o pau dele pronto para me comer. E ele pediu meu cu direto. O Luca ama comer minha bunda, não tem uma vez que ele não peça. E ele é super experiente em comer um cu e sabe fazer direitinho. Eu sorri e disse que claro que sim. Já me posicionei de bruços, ele encostou a cabeça do pau no meu cu. Eu abri a bunda e relaxei e logo senti a cabeçona entrando. E depois da cabeça, devagarzinho, ele meteu tudo. Quando eu me acostumei com o volume dentro do meu cu, olhei para ele e disse: "me fode, gato. Come meu cu com vontade". E ele começou a meer deliciosamente. Fiquei de 4, mandei meu marido deitar por baixo e ficar chupando minha buceta e o saco e o pau do Luca, que metia sem dó e deliciosamente em mim. Eu gozei e o Luca disse que vinha também. E quando ele estava quase eu só disse: "lembra que o Rob está ai embaixo". E na hora ele tirou o pau e esporrou na cara do meu marido, lambuzando ele inteirinho. Eu disse: "isso mesmo que eu queria!!".

O Rob estava louco de tesão com aquilo tudo, tentava de todas as formas se esfregar, mas o pau dele estava bem preso no cinto de castidade, que impedia qualquer ereção. O rosto dele demostrava muita excitação. A atitude mostrava que ele estava maluco de tesão. E é assim que eu gosto di meu marido. A esposa transa com os dois namorados na frente do marido, que chupa ela depois deles gozarem dentro

Descansamos um pouco os 3, eu mandei o Rob tomar um banho gelado para relaxar. E começamos tudo de novo. Trepei mais uma vez com cada um, deixei meu marido maluco de tanto tesão, mas sem dar nenhum prazer para ele.

Os dois foram embora, eu fiquei com meu marido. Pedi uma massagem a ele e dormi relaxada

Quem quiser trocar idéias comigo ou com o Rob pode nos escrever que nós adoramos: paulasicam@gmail.com ou robaleixo@gmail.com

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

a esposa transa com um bem dotado e o marido também transa passivamente com o mesmo homem que ela. e depois recebe uma chuva dourada especial para brindar

Aproveitei os dias em Punta del Este, com muita praia, balada e muito sexo também. Além dos que já contei aqui ainda fiquei com mais alguns meninos e meninas. Meu marido continuou sem gozar e nem me tocar ou me comer. Ordenhei a próstata dele algumas vezes, dei alguns orgasmos frustrados e arruinados para ele e, claro, bastante tease and denial, com orgasmos negados também. Tem todos os acontecimentos nos capitulos anteriores. É só ler os posts mais antigos antes.

E eu tinha uma vontade e um plano para a ultima noite. Queria repetir o menino super dotado, do pau enorme, que tinha até comido meu cu (e me arrombado). A tarde, na praia, fiz uma "belfie" bem sensual, mostrando meu rosto com cara de safada e minha bunda bem empinada com meu micro biquini e mandei para ele pelo whats. E logo engatamos uma conversa em Portunhol, onde eu disse que queria transar com ele de novo, porque tinha adorado.  Pedi para meu marido fazer mais algumas fotos minhas e do meu corpo na praia e comecei a provocar ele.

Marcamos de ir jantar os 3 em um restaurante super chique. Eu coloquei o vestido que tinha ganho do meu marido em troca do meu cu (quem ainda não leu, é um dos capitulos anteriores. Sempre vale a pena ler de trás pra frente para entender como tudo funciona entre nós), sem calcinha e nem sutiã.  Olhei para meu marido e disse: "amor, olha como eu estou linda e gostosa com o vestido que você me deu! Estou super feliz de usar ele para dar para outro. Adoro quando você me ajuda a ficar linda e sexy para eu poder transar com outros homens". Nos encontramos em nosso hotel e fomos os 3 juntos. Eu adoro esses programas com meu marido e o cara que vai me comer ou algum dos meus namoradinhos juntos.  Jantamos já no maior clima sexy. Bebemos bastante bebida boa e ficamos 3 soltinhos. As pessoas do restaurante não entendiam nada, me vendo de aliança e com dois homens. Saímos de lá e fomos direto para nosso hotel em nossa super suíte. E eu já sabia muito bem o que eu ia encontrar por baixo da cueca daquele menino. Já sabia que eu ia ter um dos maiores e mais gostosos paus da minha vida. já sabia que aquele menino tinha uma preciosidade no meio das pernas e sabia usar aquela ferramenta descomunal muito bem.

Chegamos no quarto e não teve espera e nem charminho. Todos nós já sabíamos o que ia acontecer. Então naturalmente eu já abracei o Juan e começamos a nos beijar. Nossas mãos tocavam nossos corpos. Ele me pegava pela bunda e me puxava com força, até que levantou meu vestido e percebeu que eu estava sem calcinha. Foi ai que os dedos dele chegaram perto do meu cu e da minha buceta. Eu já estava maluca e doida de tesão e sentia aquele pau gigantesco me pressionando por cima da calça. Meu marido estava ali do lado e eu chamei ele para me pear junto com o Juan. Eu alternava os beijos na boca dos dois, pegava os dois e os dois me pegavam. Fomos para o quarto e eu já fiquei nua e me ajoelhei para abrir a calça do Juan. Abri a calça e ja abaixei a cueca e aquele pau gigantesco pulou na minha cara, duro, enorme. É até difícil de chupar. Impossível engolir. Mas eu me esforçava para ter aquele pau delicioso na minha boca. Meu marido ali do lado ficou nu também e eu comparava os dois paus. O do meu marido não é pequeno, mas parecia mínimo perto do do Juan. Alternei chupadas nos dois paus e depois me deitei na cama. Meu marido e o Juan vieram por cima de mim, me lambendo e chupando o corpo todo. Meu marido começou a me chupar a buceta, deliciosamente, como ele sabe fazer muito bem. Depois o Juan tomou o lugar dele e eu senti a diferença das bocas e das línguas em meu sexo.  Gozei na boca dele e estava pronta para sentir aquele pau gigantesco dentro de mim. Me deitei de pernas abertas e ele veio por cima. Entrou devagar mas com firmeza e ai depois começou a me comer pra valer. Depois tirei por cima, de lado, voltei a ficar por baixo, de frango assado, e senti a penetração super profunda. Ele me comia com firmeza e com força. Fiquei de 4 e ele perguntou se que queria na bunda, mas eu disse que não, que era para ele vir na buceta mesmo. Mandei meu marido se deitar embaixo de mim, para ver bem de perto aquele pau enorme entrando na minha buceta depilada e ensopada. O Rob deitou, eu fiquei de 4 em cima dele e o Juan meteu aquele pau todo dentro de mim. O saco do Juan era grande também, com bolas cheias de porra quente e ficava batendo na cara e na boca do meu marido, que lambia minha buceta enquanto eu era penetrada.  Aquilo me matou de tesão. Eu falava para meu marido: "amor, olha o tamanho do pau que está comendo a sua esposa. Vê bem de pertinho. Lambe minha buceta. Sente o pau dele bem pertinho. Sente o saco dele. Passa a língua pra ele sentir vc ai embaixo tb". Aquilo tudo me deixou louca e claro que eu gozei naquele pau gigante. Mas o Juan não gozou na hora e continuou metendo em mim, me puxando pelos quadris, me dando tapas na bunda, me pegando com força. E quando ele gozou eu gozei mais uma vez também.

Ficamos descansando os 3 deitados na cama e logo eu comecei a acariciar o pau do Juan, que endureceu logo mais uma vez, crescendo na minha mão. Meu marido do outro lado todo assanhado sem o cinto de castidade e duro também. Começou de novo a pegação e a chupação. Muita mão, muita boca. E ai o Juan pede meu cu de novo. Eu disse que não, que aquele dia eu tinha dado bem louca e depois de ter sido bem laceada antes por dois outros paus menores. Mas ele insistiu e ai eu tive uma idéia e disse que se ele quisesse comer um cu podia comer o do meu marido. Juan disse que não queria cu de homem, que ele não gostava. E ai eu disse que o Rob era lisinho e depilado tb, que ele nem ia notar a diferença e que eu estaria ali beijando e pegando ele e que o cu do Rob era delicioso e ele podia comer com força e machucar". Juan fez uma cara de duvida e eu logo falei para o Rob: "amor, mama um pouco o pau do Juan para ele sentir sua boca. Chupa essa pauzão que acabou de me comer. Mas chupa bem gostoso. Sente a cabeça. Sente as bolas do saco. Lambe ele todinho".  E logo puxei meu marido em direção ao pau enorme do Juan. E o Rob caiu de boca. Olhar meu marido chupando aquele pau enorme que tinha acabado de me comer ja me deixou mais excitada ainda, doida de tesão. Depois que o Rob chupou e lambeu  bastante o pau, a virilha e o saco do Juan eu mandei ele ficar de quatro. Peguei o cinto do roupão do hotel e amarrei as mãos dele para trás, impedindo ele de se masturbar enquanto era penetrado. Óbvio que eu não ia deixar o Rob bater punheta para gozar enquanto o Juan comia o cu dele. O prazer era para o Juan que queria comer um cu e não para o Rob que ia dar só pelo prazer do outro. E disse para o Juan comer ele sem dó. Botei Rob de bruços com um travesseiro por baixo e mandei ele empinar a bunda. Lubrifiquei bem o cu dele e peguei o pau enorme do Juan e encaminhei para o rabo do meu marido. Falei para o Rob: "relaxa amor, porque vai doer. É enorme e eu sei bem disso. Então transforma a dor em prazer e deixa o Juan aproveitar bem seu cu e gozar gostoso". E o Juan enfiou de uma vez só a cabeça do pau gigante dele. O Rob gemeu e se retraiu todo. Eu mandei ele relaxar o cu e o Juan meteu até quase a metade do pau. O Rob se contorcia todo e tentava escapar, mas o Juan pegou ele com força e meteu até o fim. O Rob quase chorava, mas eu falei para o Juan não ter dó e aproveitar. E foi isso que ele fez. O Juan comia o meu marido sem dó, com força, socando aquele pau gigante na bunda dele. Depois de um tempo de bruços o Juan pegou meu marido por baixo e puxou ele para ficar de 4. Quando meu marido ficou de 4 o Juan pegou ele de jeito e comia sem dó, socando com muita força e ainda dando uns tapas na bunda dele. O Rob tentava se esfregar, se masturbar, mas estava super bem amarrado e impossibilitado de ter qualquer prazo. Depois de muito comer o Juan gozou. Meu marido caiu morto desfalecido, com o cu arrombado, gigante, sangrando até. O mesmo homem comeu a esposa e o marido. O mesmo pau, para ela e para ele

Todos descansamos, tomamos banho e o Juan foi embora. Eu pedi uma garrafa de champagne e disse para meu marido que era para brindarmos nossas férias deliciosas e o ultimo dia dele solto. Disse para ele que no dia seguinte era hora dele voltar para a gaiola, para o cinto de castidade. Pedi para meu marido me servir e quando ele foi se servir eu disse: "você não, amor. Hoje vamos brindar com você bebendo um outro liquido, super especial. Um liquido que sai de dentro de mim. Hoje você vai beber meu xixi numa taça de champagne. Vou fazer xixi na taça agora, vamos brindar, e ai você bebe e comemoramos esses dias tão especiais". Eu já fiz chuva dourada muitas vezes com meu marido, mas desta vez era de um jeito muito mais especial. Em vez de eu fazer xixi direto nele e na boca dele eu ia fazer na taça para brindarmos e ele beber.

Mandei ele se deitar na cama e sentei no rosto dele, para ele me chupar até eu gozar. Eu ainda estava muito excitada de ter visto ele dando o cu para o mesmo cara que tinha me comido uns dias antes e eu queria gozar de novo. Meu marido me chupou a buceta e o cu com a lingua experiente e bem treinada dele, até eu gozar gostoso na boca dele. O pau dele ficou super duro, mas eu ignorei. Não ia dar nenhum tipo de prazer para ele, muito menos um orgasmo.  Quando gozei fomos para o banheiro, mandei ele se deitar embaixo de mim, porque assim o que sobrasse da taça já ia na boca dele. Segurei a taça em cima da boca dele e fiz xixi até encher a taça. Quando encheu, o xixi foi direto para a boca dele. Mandei ele se secar com uma toalha e voltamos para a sala. Ele de pau ainda super duro. Peguei minha taça com champagne geladinha e dei para meu marido a taça cheia de meu xixi, que eu tinha acabado de fazer. Brindamos e eu disse: "um brinde a nosso casamento perfeito. Um brinde ao melhor marido do mundo. Um brinde a esses dias tão gostosos. E, claro, um brinde a todas as ereções e orgasmos que você teve e que vai voltar a não ter mais, porque amanhã volta a usar o cinto de castidade. Então um brinde à castidade masculina que nos faz tão bem".  E bebemos. Eu champagne e ele meu xixi. Ele reclamou que era ruim e difícil beber o xixi na taça, que direto era mais fácil, mas eu mandei ele parar de reclamar e esvaziar o copo. A esposa transa com um bem dotado e o marido também transa passivamente com o mesmo homem que ela. e depois recebe uma chuva dourada especial para brindar

Depois de um tempo dormimos e no dia seguinte ele acordou - de pau duro. Eu disse para ele: "amor, olha essa ereção. Sente como é acordar com o pau livre, solto e duro, porque é a ultima vez nos próximos anos que isso vai acontecer. Hoje você volta ao cinto de castidade e nós voltamos a nossa vida normal e feliz. Tomamos banho, arrumamos a nossa mala e antes de partirmos eu mandei ele ficar nu e instalei o cinto de castidade de volta, prendendo o pau dele e assumindo o controle sobre as ereções e orgasmos dele. Eu já escrevi várias vezes sobre os benefícios da castidade masculina no casamento e sobre a perfeição que é uma relação de uma esposa dominadora e um marido submisso.

E assim voltamos para São Paulo, para nossa rotina, para nosso casamento perfeito, para nossos jogos sexuais e para a dinâmica especial de nossa relação.

Mulheres que querem dicas ou idéias me escrevam: paulasicam@gmail.com

Ou então para o Rob: robaleixo@gmail.com

E homens também podem!

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

a esposa transa na frente do marido, fazendo até sexo anal. O marido em castidade masculina tem um orgasmo arruinado

Acordamos no dia seguinte e meu marido já veio com o pau dele bem duro se roçando em mim. Eu olhei bem para ele e disse. Você sabe que não! Não vai mais gozar e nem me comer. Você já teve bastante, comeu minha buceta e até mesmo comeu meu cu pela primeira vez na vida. Agora chega. Acabou! Aproveite bem seus últimos dias de pau solto e livre direitinho, mas comporte-se. Já te demos uma folga importante, mas logo mais vamos recolocar o cinto de castidade e você volta a viver na gaiolinha, trancado e bem quieto, como um bom marido submisso que você é. Quem ainda não leu a série completa do verão em Punta Del Este basta procurar os capitulos anteriores e ler de trás pra frente

Em Punta del Este a gente acorda bem tarde. As baladas vão até o amanhecer e as pessoas vão para a praia bem mais tarde, até porque anoitece só as 21:00. Almoçamos como se fosse café da manhã e fomos para a praia. Claro que coloquei um micro biquini e por cima uma de minhas saídas de praia longas de renda transparente. Ficamos um tempão na praia e depois fomos para um BeachClub onde rola uma sunset party. Ficamos eu e meu marido bebendo e eu fiquei super soltinha e bem tarada. Eu precisa de um pau gostoso me fodendo. Ou de repente mais que um até. Afinal na noite anterior a namorada tinha empatado minha foda. 

Tinha 4 amigos ali no beach club que estavam super paquerando. Pelo estilo deles dava para ver que eram Argentinos. Todos bem gatinhos, bonitos e saradinhos. Nenhum super fortinho, mas todos com corpos bem legais. Mandei meu marido dar uma volta e fui para perto deles. Fiquei como quem não quer nada, mas olhando fixa e sensualmente para eles. Eles logo me perceberam e ficaram me olhando também, até que um deles chegou em mim. E eu resolvi que não ia perder tempo e nem fazer jogo. Logo disse para ele em portunhol que eu queria ficar com os 4 juntos. E completei dizendo que ou os 4 me comiam ou nenhum deles me comia. Ele ficou super assustado, achou que eu estava brincando mas eu disse para ele chamar os amigos. Quando chegaram os outros 3 eu repeti que queria transar com eles juntos. Eles ficaram mega espantados, acharam que eu estava zoando, mas eu disse que se eles quisessem era naquela hora. Eles conversaram entre eles e disseram que iriam. E ai eu falei em qual hotel eu estava. Eles se espantaram, dizendo que era chique e caro e ai eu ainda falei que era na maior suite do hotel. Combinamos que eles iam no carro deles e chegaríamos todos juntos. E foi ai que dei a noticia de que eu era casada e que meu marido iria assistir tudo. Nessa hora achei que eles iam desistir mas eu virei de bunda para eles e disse para eles virem atras. E eles vieram. Fui chamar meu marido e apresentei ele para os 4.  Chegamos no hotel e fomos para nossa suite. Deixei meu marido na sala com os meninos e mandei eles irem tomando algo enquanto eu ia tomar um banho. Tomei um banho rápido e gostoso e joguei por cima do meu corpo apenas uma regatinha um pouco mais longa, sem nada por baixo e descalça. Os 4 meninos também estavam com roupas de praia e mandei eles irem tomar banho. E logo voltaram os 4 enrolados nas toalhas. Um deles tinha o corpo lindo e bem gostoso. Mandei meu marido tomar banho também e voltar de cueca. Quando estávamos todos de volta eu coloquei uma musica para dançar e fui para o meio da sala dançar sozinha enquanto os 5 me olhavam. Eu dançava, rebolava, sensualizava e logo arranquei minha blusa, exibindo meu corpo nu para eles. Dancei mais sexy ainda. Me abaixava, abria minhas pernas, mostrava minha xoxota lisinha e que já estava ensopada. Ai olhei para eles, falei para eles ficarem de pé e disse que queria todos eles nus. E eles arrancaram as toalhas. E foi ai que eu tive uma deliciosa surpresa. Um dos meninos tinha um dos maiores paus que eu já vi na minha vida. Era enorme. Grosso, comprido. E já estava duro. Claro que fui direto nele. Cheguei perto e logo beijei a boca dele enquanto pegava aquele pau delicioso e enorme. Bati uma leve punheta para ele e em seguida acariciei o saco. Fui para o segundo e dai por diante até o quarto. Dos outros 3 nenhum tinha pau enorme, mas nenhum tinha pequeno. Só um deles que era mais para menor e mais fino mesmo. Mas eu ia me dar bem! E aliás queria mesmo era dar muito. Fomos todos para a cama. Imaginem só que tesão eu numa enorme cama kingsize com 4 gatos deliciosos e meu marido sentado numa poltrona pronto para assistir e ajudar.

Foi a maior pegação. Todos me tocando, me acariciando, me chupando, beijando e lambendo. Era mão e boca para todo lado. E eu me revezava entre os 4 corpos e 4 paus, me acabando. Depois que chupei todos e todos me chuparam eu mandei um deles deitar com as pernas para fora da cama e fui por cima, engoli todinho o pau na minha buceta. Empinei bem minha bunda e ofereci meu cu. Eu adoro dar o cu. Amo sexo anal. E sou alucinada por DP. Dupla penetração é sempre um tesão. Escolhi um dos meninos e mandei vir por trás. Relaxei e senti os dois paus dentro de mim. E ai foi só prazer. Sentia os dois paus entrando e saindo em movimentos ritmados. De propósito eu tinha deixado o super dotado para o final. O menino que estava na minha bunda logo gozou, mas o que comia minha buceta se segurou e não gozou. Mandei o terceiro menino entrar na minha bunda e foi uma delicia a penetração. O super dotado eu mandei vir na minha boca. Eu mal conseguia enfiar a cabeça na boca, então lambi e aproveitei muito. Gozei como uma louca com os dois dentro de mim e logo eles gozaram também. E ai era a hora do prato principal: o gatinho do pau enorme. Relaxei alguns momentos ali na cama para me recuperar de meu gozo e dos 3 paus que eu tinha acabado de saciar e ai comecei a trepar com o menino do pau enorme. Ele me pegava com força, variava as posições, me puxava e metia tudo aquilo dentro de mim. E eu não me aguentei e como uma cadela no cio gozei mais duas vezes quase em seguida. E ele seguia me estocando com força e sem dó. E eu estava tão doida de tesão e de álcool que ofereci meu rabo para ele. Ele parou de meter e disse algo que eu entendi como "nenhuma mulher aguenta meu pau no cu. Você tem certeza que quer?". E eu disse que tinha. Eu estava morta de tesão e meu rabo estava já dilatado pelos dois paus que eu tinha acabado de levar no cu. E eu estava bem bêbada. Me virei de bruços, com um travesseiro por baixo, empinando bem minha bunda com minha micro marquinha de biquini e abrindo meu cu. Meu marido ali na cadeira me olhava louco de tesão e tentava se acariciar por cima da cueca, mesmo sabendo que não podia se tocar. Mandei meu marido tirar a mão do pau, se não ia mandar ele sair do quarto e ele não ia ver.  O menino do pau enorme veio por trás e encostou a cabeça do pau no meu cu, que já estava bem aberto, porque eu tinha acabado de dar. Entrou a cabeça. Mas logo veio a parte mais grossa. E ai eu senti meu cu se rasgando, se abrindo. Sentia uma dor misturada com muito prazer. Tive que mandar ele parar. Mas logo ele recomeçou e eu sentia meu cu se abrindo e se preenchendo com aquele pau enorme.  Senti tudo dentro. E ele começou a bombar devagar e depois mais forte, até que eu liberei ele para foder meu cu pra valer. Óbvio que gozei de novo e ele gozou logo em seguida. Eu estava morta. Meu cu estava aberto e até sangrava um pouco. Cai desfalecida na cama, descansei e fui tomar banho. Os meninos se vestiram, eu peguei o WhatsApp deles e nos despedimos.

Meu marido estava excitadíssimos pelo que tinha acabado de ver. Mas eu estava morta e sem a menor intenção de deixar ele gozar. Peguei um creme de massagem e mandei ele fazer massagem em meu corpo todo e depois por muito tempo nos pés.  E depois dormimos.

Acordamos e, óbvio, o pau dele estava duríssimo. E eu não aguentava mais aquele pau duro o tempo todo. Peguei o creme de massagem e comecei a bater uma deliciosa punheta para ele, olhando bem nos olhos dele e muito atenta aos movimentos, respiração e ao pau dele. Quando o orgasmo dele estava chegando, eu arruinei gozo. Parei de masturbar ele e dei a ele um orgasmo frustrado, um orgasmo arruinado, um orgasmo sem prazer.  Ele tremia todo tentando algum prazer mas eu não deixei ele se tocar. Quando acabou eu disse: "pronto, amor. Te dei um orgasmo arruinado, para você não ficar me enchendo mais o saco com esse pau duro". E fomos passear pela cidade, depois para a praia e depois para a balada. Nesse dia eu não aguentaria dar para ninguém. Eu tinha sido muito fodida na véspera e precisava dar um descanso para minha xoxota e especialmente deixar meu cu se recuperar daquele pau super dotado que ele tinha levado. A esposa transa na frente do marido, fazendo até sexo anal. O marido em castidade masculina tem um orgasmo arruinado

Leitoras e leitores podem me escrever. Meu email é paulasicam@gmail.com